Coronavírus (COVID-19)

O SARS-CoV-2 é um vírus pertencente à Família Coronaviridae de introdução recente na espécie humana. É um vírus com capacidade de disseminação rápida sendo associado a quadros respiratórios leves ou com complicações como pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave.

Caso haja contaminação humana, como em qualquer outra infecção viral, primariamente existe um aumento da carga viral circulante, podendo ser detectada em diversos espécimes biológicos. Após a replicação e instalação viral, o organismo produz mecanismos de defesa para conter a infecção. As primeiras classes de anticorpos produzidos durante uma resposta imune primária é a Imunoglobulina M (IgM) e Imunoglobulina A (IgA), que logo são substituídas pela produção de Imunoglobulina G (IgG), que pode persistir por anos.

Um diagnóstico laboratorial assertivo e confiável é uma importante ferramenta de saúde pública mundial para definir o manejo correto de pacientes suspeitos da COVID-19.

Até o momento, o teste molecular que utiliza PCR em Tempo Real (RT-PCR) permanece como padrão de referência para o diagnóstico definitivo na fase aguda da COVID-19, por meio da detecção de RNA viral em secreções respiratórias. Permite ser realizado antes do período dos testes de detecção de Anticorpos, que necessitam da resposta do organismo ao agente infeccioso para produção de Anticorpos.

O desempenho dos Testes Rápidos é inferior aos testes realizados em plataformas analíticas como Enzimaimunoensaio. O Lemos laboratório não utiliza os testes rápidos para triagem, pois não são fidedignos para diagnóstico. Comumente são de baixa sensibilidade (30 a 60%), com risco de falso-negativo, o que é muito ruim para a situação atual, aonde precisamos detectar o mais rápido possível os doentes. Agregando ainda que o Lemos Laboratório utiliza testes da Alemanha e Estados Unidos. Os testes são realizados em um equipamento próprio para esta metodologia que é automatizada.

O Lemos Laboratório realiza 2 tipos de testes: Pesquisa de anticorpos contra o vírus e RT-PCR (detecta o RNA do vírus).

1) RT- PCR para Coronavírus – COVID-19 (Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real).

O teste consiste em detectar o RNA do vírus, o agente etiológico. Isso quer dizer que logo nos primeiros dias de infecção pode se detectar o agente, no percurso agudo da doença quando a carga viral é mais alta. O melhor momento para solicitar este teste ainda não está definido, acredita-se que na fase aguda sintomática a sensibilidade seja maior e por isso sugere-se que seja coletado nos primeiros dias de sintomas.

Este teste também é ótimo para se detectar paciente portador infectante, que nem sempre está sintomático e pode estar transmitindo a doença sem ter conhecimento. Se o paciente teve contato com um doente já identificado, ele e seus contatos próximos devem realizar este exame, o mais rápido possível e serem isolados.

Um único resultado Negativo não exclui o diagnóstico da COVID-19. Alguns fatores como tempo decorrido entre a coleta e o início dos sintomas e oscilação da carga viral durante a evolução da doença podem influenciar o resultado do exame. Portanto, em casos de doença grave ou progressiva, ou na presença de dados clínico- epidemiológicos fortemente sugestivos de COVID-19 e resultado negativo da PCR, a coleta de múltiplas amostras, de locais e tempos diferentes durante a evolução da doença, pode ser necessária para o diagnóstico da infecção.

O exame é realizado em equipamento próprio para Biologia molecular. O Lemos é o único Laboratório de Analises Clinicas que possui este equipamento em toda Zona da Mata e região próxima.

Material a ser coletado: Swab de secreção da nasofaringe e orofaringe.

Tempo de entrega do resultado: 24 horas úteis

2) Pesquisa de Anticorpos IgG, IgM e IgA para Coronavírus – COVID-19

Consistem na detecção de anticorpos específicos contra o vírus SARS-COV-2 , da classe IgA (fase aguda), IgM (segunda que aparece na fase aguda) e IgG (a ultima classe que aparece e, ao que tudo indica, confere a imunidade).

A resposta imunológica depende de fatores individuais, sendo assim, a produção de anticorpos pode ser mais precoce ou mais tardia. Acredita-se que os anticorpos, inicialmente IgA e IgM, seguidos de IgG, sejam detectáveis a partir do 7° dia da doença.

É necessário ter alguns cuidados na interpretação destes testes, nem todo paciente formará anticorpos nos primeiros dias podendo apresentar resultado falso negativo (com um resultado negativo o paciente provavelmente não teve contato com o vírus ou ainda não houve formação dos anticorpos).

Os testes IgG/IgM detectam presença de anticorpos, não necessariamente que aquele indivíduo seja um agente disseminador de vírus.

Um resultado de IgA positivo indica provavelmente que o paciente teve contato com o vírus nas últimas semanas e está na fase recente da doença, vindo anteriormente à IgM.

Um resultado de IgM positivo indica provavelmente que o paciente teve contato com o vírus nas últimas semanas e está na fase recente da doença (entre 7 a 15 dias da infecção). Correlacionar com o resultado de IgG, que estando negativo, sugere infecção recente. Contudo nem todo resultado IgM positivo pode ser definido como uma exposição recente, pois existe a possibilidade de IgM residual, ou seja, que pode permanecer por alguns meses.

O teste de IgG detecta anticorpos de defesa e indicam que o paciente teve contato anterior com o vírus, mesmo sem sintomas e possivelmente está imune. Para definir se o contato foi recente ou não correlacionar com o resultado IgM e IgA.

Os testes baseados em detecção de anticorpos, dependendo da qualidade, podem apresentar resultados falsos positivos (reação cruzada com outra doença).

Material a ser coletado: Sangue

Tempo de entrega do resultado: no mesmo dia, desde que a coleta seja até 13:00 horas.

Referências:
Corman Victor M et al. Detection of 2019 novel coronavirus (2019-nCoV) by real-time RT-PCR. Euro Surveill. 202025. (3):pii=2000045. https://doi.org/10.2807/1560-7917.ES.2020.25.3.2000045
Chen, J. Lau, Y.F, Lamirande, E.W, Paddock, C.D., Bartlett, J.H., Zaki, S.R., and Subbarao, K. (2010).Cellular immune responses to severe acute respiratory syndrome coronavirus (SARS-CoV) infection in senescent BALB/c mice: CD4+ T cells are important in control of SARS-CoV infection. J.Virol.,84,1289-1301
Glass WG,Subbarao K, Murphy B, Murphy PM. 2004. Mechanisms of host defense following severe acute respiratory syndrome-coronavirus (SARS-CoV) pulmonary infection of mice. J. Immunol. 173:4030-4039.
P.R. Hsueh, L.M. Huang, P.J. Chen, C.L. Kao, P.C. Yang.2004. Chronological evolution of IgM, IgA, IgG and neutralisations antibodies after infections with SARS-associates coronavirus. Clin. Microbiol.Infect,10,1062-1066
Willian J.Liu, Min Zhaa, Kefang Liu, Kun Xu, Gary Wong, Wenjie Tan, George F. Gao. 2017. T-cell immunity of SARS-CoV: Implications for vaccine development against MERS-CoV, Antiviral Research,137,82-92.
Pneumonia por COVID-19: qual o papel da imagem no diagnóstico?[Originalmente publicado no J. bras.pneumol.,vol.46 no.2]|SciELO em perspectiva.
Diretriz laboratoriais para o Diagnóstico e Detecção de infecção pelo Novo Coronavírus(2019-nCoV)01 fevereiro de 2020. Disponível em <https://iris.paho.org/handle/10665.2/518565>. acesso em 24/03/2020.
http://portal.anvisa.gov.br/coronavirus. Acesso em 26/03/2020.
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude; Acesso em 26/03/2020.
https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus-servico/coronavirus-teste-rapido-que-brasil-usara-mais-vulneravel-falso-negativo-2432304. Acesso em 26/03/2020>

👉 Entre em contato e faça seu agendamento:
☎ (32) 3257-3200
📲 (32) 99138-0383
📧 [email protected]

Corona Vírus – RT- PCR e Anticorpos IgG, IgM e IgA

Devido a crescente epidemia do CORONAVIRUS optamos por atender somente na Unidade São Mateus ( Av Presidente Itamar Franco, 2251, São Mateus) ou através de coleta domiciliar.

Estamos realizando exames de COVID-19(CORONAVIRUS):
Exame IgG,IgA e IgM, com resultado para o mesmo dia .
Exame PCR MOLECULAR, com resultado em 24 HORAS .

Nossa equipe está preparada e atendendo ao protocolo da ANVISA, para garantir a sua segurança e do coletador.

Não é necessário Jejum.

Marcação de coleta domiciliar e informações sobre exames de COVID-19 (CORONAVIRUS).

👉 Entre em contato e faça seu agendamento:
☎ (32) 3257-3200
📲 (32) 99138-0383
📧 [email protected]

© 2020 Lemos Laboratórios. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec