Mineral Água

Sobre o Exame

Dentre os vários fatores que podem influenciar na quantidade de metais existentes em nosso organismo, a água que bebemos diariamente ocupa posição de destaque. Isto é especialmente importante durante tratamentos de desintoxicação/ quelação. Portanto, é importante saber sobre o teor de metais na água que o paciente toma.

Os níveis excessivos de arsênio, chumbo ou mercúrio na água podem causar doenças de pele e até mesmo cânceres, enquanto os jovens podem ter problemas de desenvolvimento graves devido a uma exposição excessiva a esses e outros metais tóxicos.

A qualidade da água potável varia de lugar para lugar, dependendo da condição da água da fonte e do tratamento que a mesma recebe.

O Brasil, os Estados Unidos e os países europeus impõem normas rígidas que regulam a segurança do abastecimento de água potável, enquanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) propõe regulamentos semelhantes para outras nações. No “Mineralograma da Água Potável”, o paciente/prescritor tem acesso a um certificado de análise no qual consta não somente o valor nominal de cada metal em sua água, mas também a comparação com os valores de referência de todas essas normas.

Como Coletar

  • Coletar a amostra nos dois tubos de coleta (COLETAR 2 TUBOS CHEIOS);
  • A coleta da água pode ser em locais como torneira, filtro, cano, mangeira, etc..
  • O tubo deverá ser encaminhado ao laboratório sem refrigeração preferencialmente no mesmo dia da coleta ou no máximo no dia seguinte. Em casos onde o transporte não será efetuado no mesmo dia, aconselha-se refrigeração da amostra entre 2 a 8 ºC (porta da geladeira) até o dia da postagem.
© 2019 Lemos Laboratórios. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec