Mineral Capilar

Sobre o Exame

O exame “mineralograma capilar” é um check up para identificar e quantificar tanto alguns metais e outros elementos tóxicos que possam estar agindo como catalizadores de reações produtoras de estresse oxidativo quanto elementos essenciais cuja deficiência pode ser a chave para compreender um determinado quadro clínico do paciente. Quando bem executada e interpretada por um profissional capacitado, a análise mineral pode fornecer inúmeras informações relevantes, como, por exemplo:

  • Determinação do tipo metabólico;
  • Fornecimento de bases para elaboração de um Plano Alimentar (a famosa dieta, apesar de os profissionais atuais fugirem deste termo) otimizado e efetivamente individualizado;
  • Prover direta e indiretamente a determinação da atividade de glândulas (ex. tireoide) e órgãos (ex. fígado, rins, estômago, intestino e outros);
  • Avaliar a tolerância a carboidratos;
  • Determinar contaminação por metais e demais elementos tóxicos;
  • Contribuir no monitoramento do progresso de tratamentos nutricionais.
  • Auxiliar na determinação de propensão ou tendência para mais de 60 condições de saúde comuns, incluindo doenças cardíacas, fadiga crônica, câncer, autismo, alopécia, depressão, intolerância à glicose, diabetes, Parkinson, problemas de visão, disfunção sexual, má absorção intestinal, estresse, ansiedade, esquizofrenia, demência, distúrbio bipolar, déficit de atenção com hiperatividade, dentre outras.

O organismo elimina várias substâncias através do fio capilar (sejam elementos químicos ou moléculas complexas). A sua taxa de crescimento é lenta (em média 1 cm por mês), o que faz com que consigamos enxergar um período longo de exposição (ou eliminação).

Como a quantidade eliminada diária através do cabelo é muito pequena, intoxicações agudas dificilmente seriam detectadas por essa matriz. Já a intoxicação crônica (e também doenças crônicas) é mais certeiramente detectável. Assim, apesar de a princípio medir a taxa lenta e constante de eliminação dos elementos químicos, esta matriz na verdade consegue acumular as substâncias que circulam pelo nosso corpo, e os resultados capilares são um reflexo do histórico de exposição ao composto de interesse.

Assim, se determinarmos com precisão os elementos que estão na composição do cabelo, podemos obter informações valiosas sobre a situação geral de nosso organismo, predominantemente no campo da metabologia e nutrição. Os elementos minerais são incorporados na estrutura do cabelo humano durante sua fase de crescimento a partir das células foliculares e do suprimento sanguíneo das mesmas.

Por isso, ao contrário dos elementos quantificados em sangue e urina, que são um retrato do dia em que o exame foi realizado, o cabelo funciona como um monitor biológico – assim, conseguimos detectar uma exposição tóxica ao longo de meses ou anos. Este teste fornece uma leitura dos minerais depositados nas células e nos espaços intersticiais do cabelo através de um período de 2-3 meses, em média (mas pode chegar a 6 meses).  

INSTRUÇÕES PARA COLETA DE AMOSTRA

  • Preencher o formulário com todos os dados do paciente.
  • Informar no formulário o xampu e condicionador usado. Se o cabelo recebeu ao tratamento químico (ex.tintura,clareamento, luzes, permanente), assegure-se de que nenhum cabelo tratado seja incluído na amostra para análise. Caso o tratamento seja recente, esperar 8 semanas antes de realizar a amostragem.
  • Cortar o cabelo da parte de trás da cabeça ou rente à nuca com tesoura de aço inoxidável, próximo ao couro cabeludo. É recomendado que os cabelos estejam limpos e não tratados. Tratamento químicos (ex.tinturas) podem alterar os níveis de alguns elementos traços analisados.
  • Coletar pelo menos 0,3g de cabelo utilizando a balança para pesar a quantidade necessária. Somente os cabelos até 4cm a partir do couro cabeludo podem ser utilizados como amostra. Desprezar o resto.
  • Colocar o cabelo coletado no saquinho plástico. Identificar com o nome do paciente.
  • Enviar o material e o formulário via Sedex no envelope disponível no kit.

BALANÇA PARA PESAGEM DO CABELO

  • Dobre as laterais do cartão para baixo, nas marcas, como amostra a figura.
  • Coloque os fios de cabelo sobre o “x”, dentro do círculo.
  • Adicione mais fios, até que o lado do “x” toque a superfície da mesa.
  • Nesse ponto, deve haver cerca de 300mg de amostra de cabelo.
  • A ilustração mostra como a balança ficará com a quantidade adequada de cabelo.

© 2020 Lemos Laboratórios. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec