DÚVIDAS FREQUENTES

1 – Paciente tomou um pouco de água, quebra o jejum?

Não. Mas beber com moderação, pois uma quantidade maior que um copo d’água pode interferir nos exames.

2 – Qual o tempo máximo para jejum?

16 horas. Em alguns exames o tempo máximo de jejum é 14 horas. Verifique junto ao laboratório informando os exames a serem realizados.

3 – Pode fumar antes da coleta?

Não. Pelo menos nas 24 horas anteriores à coleta não, pois pode interferir nos seus resultados.

4 – A bebida alcoólica pode interferir nos resultados?

Sim, especialmente o de triglicérides. Uma dose de uísque, uma cerveja ou um copo de vinho na véspera é suficiente para elevar os seus níveis e, às vezes, o do colesterol um pouco. Pequena quantidade ingerida por pessoa não habituada a beber pode provocar elevação significativa e permanência de níveis elevados de triglicérides por 3 a 5 dias. Por isso, o ideal é ficar 2 dias antes do exame sem ingerir qualquer bebida alcoólica. Pesquisa de sangue oculto também é muito sensível ao álcool.

5 – Paciente colheu urina de 24 horas em garrafa de refrigerante, pode aceitar?

Não. Somente em garrafa de água mineral sem gás ou garrafa fornecida pelo laboratório.

6 – Qual o prazo máximo para guardar fezes colhidas para pesquisa de sangue oculto?

Trazer imediatamente ao Laboratório, quando não for possível, pode conservar em geladeira até 24 horas. ATENÇÃO: Se tiver junto COPROCULTURA não pode refrigerar a amostra.

7 – Na mesma amostra do coprológico pode-se fazer também cultura, pH, clinitest?

O pH e clinitest (vale também para leucócitos e hemácias), se não for possível trazer imediatamente ao laboratório, pode conservar o material até 2 horas após a coleta em temperatura ambiente. Após este período refrigerar. Trazer ao laboratório no prazo máximo de 6 horas. Porém, a cultura de fezes (COPROCULTURA) deve ser entregue até 2 horas após a coleta em temperatura ambiente, mas NÃO colocar em geladeira, em hipótese nenhuma. Atendendo a estas restrições pode-se fazer na mesma amostra.

8 – O paciente pode realizar glicose pós lanche mesmo se este for diferente da instrução específica?

Não, o lanche deve ser obrigatoriamente igual ao referido na instrução.

9 – Mascar chicletes quebra o jejum?

Sim. Não deve-se colher sangue após mascar chicletes.

10 – Por quanto tempo crianças devem ficar em jejum?

Para crianças menores de 5 anos coletar a amostra antes da próxima refeição ou mamada, ou seguir orientação médica.
Acima de 5 anos, seguir recomendações de adulto ou orientação médica.

11 – Quando o médico pede Glicemia pós prandial ou Lanche ou Teste de Tolerância a Glicose (TOTG) e não especifica nada, o que devemos fazer?

Pós prandial significa almoço, colher sempre 2 horas após almoço, independente ser gestante ou não. O lanche deve ser orientado conforme instrução e o sangue também colhido 2 horas após. É bom que a pessoa almoce sempre no horário que já está acostumada e mantenha sua dieta normal, pois assim ficará o mais próximo possível da realidade de cada pessoa. O Teste de Tolerância a Glicose deve ser sempre realizado junto com a glicemia de jejum e glicose após 2 horas do dextrosol (sobrecarga de glicose).

12 – Quando o médico pede Glicemia pós prandial ou Lanche ou Teste de Tolerância a Glicose (TOTG) e não especifica nada, o que devemos fazer quando é gestantes?

Glicemia pós dextrosol, se não especificar, colher basal, 60 e 120 minutos após 75 grs de dextrosol. Caso seja pós lanche ou almoço colher 2 horas após. IMPORTANTE: Respeitar sempre o que o médico pedir, agir assim somente quando ele não especificar. Às vezes, o médico pode pedir após 1 hora com 50 grs. de Glicose. Seguir mais orientações nas instruções do exame e no Anexo Orientações Curvas Glicêmicas e Insulínicas.

13 – A glicemia de jejum e a pós dextrosol ou prandial podem ser realizadas em dias diferentes?

Não. Devem ser obrigatoriamente no mesmo dia que a de jejum. Quando tiver as duas (prandial e dextrosol) elas devem ser colhidas em dias diferentes mas obrigatoriamente deve ser repetida a glicemia de jejum nos dois dias.
Exemplo: colhe jejum e prandial em um dia, e em outro dia colhe jejum e dextrosol.

14 – Pode-se fazer exame com gripe, resfriado ou febre?

Sim. Alguns exames são solicitados por isso, para verificar se alguma infecção é responsável. Porém, em algumas circunstâncias, a doença responsável pela febre pode interferir nos exames destinados a avaliar aspectos metabólicos e imunológicos. Depende da intenção a que se está realizando o exame. Na dúvida pergunte ao seu médico.

15 – Menstruação interfere nos Exames?

A mulher menstruada pode fazer exames de sangue, mas é fundamental que o médico saiba, pois alguns exames são influenciados pelo dia do ciclo menstrual, como alguns hormônios e até algumas proteínas séricas. Nos exames de urina interfere sim. Por isso o ideal é fazê-lo fora do período menstrual. Se for urgente, a urina pode ser colhida sem problemas, adotando-se a assepsia bem feita e avisando ao médico para ele interpretar de maneira adequada.

16 – Esforço físico ou exercícios atrapalham os exames laboratoriais?

Alguns, sim. Lembre-se: os exames laboratoriais são padronizados para a realização em condições ideais, bem definidas. O ideal é aguardar pelo menos 48 horas após o exercício, salvo outros exames com instruções específicas.

17 – A alimentação interfere nos resultados de colesterol e triglicérides?

Sim, principalmente nos triglicérides. Uma pessoa com triglicérides elevado e que adota uma dieta rígida na véspera do exame, terá um resultado falsamente baixo. Já alguém com triglicérides normais e que come, por exemplo, uma feijoada no dia anterior, ou até 2 ou 3 dias antes do exame, pode apresentar resultados falsamente elevados. Você deve manter a sua dieta habitual (a que você está acostumado a comer) nos 5 dias que antecedem o exame.

18 – Exame de sangue tem que ser sempre em jejum?

Não, apenas alguns são necessários.

19 – Exames que pedem jejum tem que ser feitos sempre de manhã?

Nem todos. Desde que obedeçam ao tempo estipulado para o jejum, pode ser colhido à tarde. Alguns exames NÃO podem ser colhidos à tarde como o Ferro, Cortisol , ACTH, Glicose, TSH, Insulina e Peptídeo C. Exceto quando o médico pede o cortisol das 16:00 horas. Nesta parte do dia estas substâncias têm um pico no organismo, portanto elas só podem ser colhidas pela manhã, exceto em solicitações de urgência médica.

20 – Exame de fezes é necessário jejum?

Não e pode ser colhido em qualquer parte do dia. Não usar laxantes.

21 – Urina de crianças menores que 2 anos só pode ser colhida no Laboratório?

Sim, pois este é um procedimento do Laboratório, para que se atinja a qualidade do exame desejada e um resultado mais fidedigno.

22 – Por que quando se tira sangue, às vezes o local fica roxo? Dói?

A dor depende da sensibilidade de cada paciente.

O roxo se chama Hematoma: extravasamento de sangue para fora da veia. Ele pode ocorrer em determinadas situações, tais como: veias finas e delicadas; com muita pressão; falta de boa compressão no local da punção, e também o paciente usando algum medicamento que altera a coagulação do sangue, ex. Aspirina.

23 – O atendimento é preferencial para crianças, idosos e gestantes?

Sim, é prioridade. No entanto em algumas situações é necessária a presença de profissionais mais especializados (área infantil), ocasionando algumas vezes, certa demora.

24 – Qual o espaço de tempo máximo para a coleta de creatinina e clearence de creatinina entre o sangue e a urina?

48 horas. A coleta de sangue para creatinina quando se pedir clearence ou depuração de creatinina é obrigatória e tem que ser próxima a coleta de urina, no máximo 48 horas de diferença.

25 – Quais os exames nos quais o material ou amostra pode ficar esperando até o dia seguinte nas unidades, caso não tenha motoqueiro e não seja urgente?

De preferência sempre mandar no mesmo dia, caso não for possível, são eles:
Glicose, se estiver colhida no fluoreto de sódio obrigatoriamente, EPF, MIF, cultura para FUNGOS e micológico direto.
Caso aconteça esta situação o setor de Triagem deve ser avisado, senão ficará procurando a amostra que sai na listagem.

Anexo II – do P.Q. do n° 5 Data: 22/06/2018

© 2019 Lemos Laboratórios. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec